Resumo

Guerra das Malvinas



Resumo somente em texto


Antecedentes

  • Ilhas Malvinas: localizadas a 464 km da costa Argentina, mas pertencentes à Inglaterra (os ingleses as chamavam de Ilhas Falkland)
  • Posição estratégica no Atlântico
  • Inglaterra coloniza a ilha em 1883
  • Argentina é governada por uma ditadura em 1982: iniciar uma guerra poderia ser a forma de aumentar a popularidade do governo e unir o povo argentino contra um inimigo comum a todo

Desenvolvimento da guerra

  • 02 de abril de 1982: forças armadas Argentinas invadem as Malvinas
  • Ingleses pedem saída das tropas argentinas e tentam resolver a questão pacificamente
  • Final de abril: 27 mil soldados ingleses desembarcam nas Malvinas (o triplo da quantidade de soldados argentinos) Estados Unidos apoiam os ingleses (governo argentino contava com a neutralidade norte-americana)

Final da guerra e consequências

  • Vitória inglesa após dois meses de conflito
  • 750 mortos argentinos X 256 mortos ingleses
  • Crise ainda maior na ditadura argentina: governo militar é substituído por governo civil em 1983 Na Inglaterra: Margaret Thatcher aproveita a vitória na guerra para reerguer a popularidade do governo e levar o Partido Conservador à vitória nas eleições
  • Relações diplomáticas entre Argentina e Inglaterra só são restabelecidas em 1990
 

Conclusão

  • Guerra declarada com o objetivo de aumentar a popularidade do governo ditatorial argentino e unir o povo
  • Resultado contrário
  • Rápida reação e vitória inglesa
  • Crise maior da ditadura argentina, fim da ditadura em 1983
  • Guerra aumenta a popularidade do governo inglês e consagra Margaret Thatcher e o Partido Conservador

Autor: Letícia Magalhães Pereira

Letícia Magalhães é historiadora e pós-graduada na área de Comunicação e Marketing em Mídias Digitais. Trabalha com crítica cinematográfica e como freelancer.

Copartilhe Este Artigo No