Resumo

A Proclamação da República



Resumo somente em texto


Antecedentes

  • Crise do Império: perda de apoio dos três pilares de apoio da Monarquia (Igreja Católica, Exército e cafeicultores)
  • Descontentamento da Igreja Católica pela intervenção de Dom Pedro na questão religiosa do Pará e por sua aproximação da maçonaria
  • Descontentamento do Exército
  • Descontentamento dos cafeicultores com o fim da escravidão e vontade de adicionar poder político ao poder econômico que eles já tinham
  • Classe média (profissionais liberais e donos de indústria) deseja maior participação política

Movimentos republicanos

  • Revolução Farroupilha (1835-1845)
  • Manifesto Republicano de 1870: organização da oposição, criação do partido republicano
  • Ideal republicano se limitava a grandes centros urbanos
  • Anos 1870: descontentamento com a Guerra do Paraguai, as ideias republicanas se espalham
  • Apoio dos estudantes de direito em São Paulo, dos profissionais liberais e da imprensa nas demais províncias

D. Pedro perde o apoio dos militares

  • Contato dos militares brasileiros com exércitos de países republicanos durante a Guerra do Paraguai: novas ideias
  • Militares se desagradam com atitudes do imperador, e o ideal republicano cresce entre os militares de baixa patente
  • Tentativas de revolta contra o imperador em 1887 e 1888 fracassam

O dia 15 de novembro de 1889

  • Primeiras agitações vindas do movimento abolicionista
  • República arquitetada dentro do Clube Militar
  • Medo das reformas prometidas pelo ministro Visconde de Ouro Preto com relação aos militares
  • Minoria decide derrubar o governo
  • Povo assiste a tudo "bestializado" (termo empregado pelo ministro Aristides Lobo)

Conclusão

  • Três pilares sustentavam a monarquia: cafeicultores, militares e Igreja Católica. O Império perdeu um a um o apoio deles
  • Mais pessoas interessadas no movimento republicano
  • Militares usam o Positivismo para guiar seus atos, adotam lema positivista após a proclamação: "ordem e progresso"
  • Proclamação da República feita por pequeno grupo, sem participação popular e sem mudança a curto prazo para o povo

Autor: Letícia Magalhães Pereira

Letícia Magalhães é historiadora e pós-graduada na área de Comunicação e Marketing em Mídias Digitais. Trabalha com crítica cinematográfica e como freelancer.

Copartilhe Este Artigo No